Voltar

Bosco Oliveira fala do “Batuque Elíptico”, que faz parte do CD Novas 3. Baixe a partitura

Postado em Concurso Novas em 06/12/2019

(Bosco Oliveira)

Por Giulia Costa

O violonista brasiliense Bosco Oliveira compôs Batuque Elíptico inspirado pelo estilo musical africano conhecido como Batuque, que influenciou diversos ritmos, danças e manifestações culturais brasileiras. A música também homenageia seu primeiro professor de violão, o carioca Jaime Ernest Dias, que até gravou a peça no CD Compositores de Brasília, em 2019. A partitura da peça está sendo lançada nesta semana pelo Acervo Digital do Violão Brasileiro e foi uma das selecionadas do concurso de composição Novas 3.

BAIXE A PARTITURA "BATUQUE ELÍPTICO"

A obra é dividida em três movimentos, mas apenas o primeiro deles foi gravado para CD Novas 3. O tema começa em andante, simbolizando a chegada do Batuque no Brasil. Já no segundo movimento o ritmo é mais lento, retratando a miscigenação  progressiva de estilos musicais. E por fim vem o allegro, recheado de diversos ritmos musicais brasileiros.

Trajetória

Nascido em Brasília, Oliveira começou a se interessar por música aos oito anos de idade, graças ao seu pai, que era músico e professor. Mais tarde, o compositor estudou violão na Escola de Música de Brasília. Hoje ele é professor na mesma instituição e especialista em violão clássico, além de fazer parte do Quarteto Artesanal e viajar pelo mundo fazendo shows.

O músico gravou seu primeiro CD em 1997, ao lado de Fernando Corbal, e em 2005 lançou seu primeiro disco solo e autoral. Em 2011 lançou Homenagem a Radamés Gnattali e em 2013 produziu e participou da gravação de um DVD em homenagem a Carlinhos Sete Cordas.

Oliveira também possui vários prêmios. Venceu quatro edições seguidas do Concurso Nacional de Jovens Instrumentistas em Goiânia. Foi considerado o Melhor Intérprete de Villa-Lobos em Vitória; recebeu Menção Honrosa no Concurso Berkelee School of Music; ganhou o primeiro lugar no Concurso Nacional de Novos Talentos em São Paulo e também conquistou Melhor Intérprete e Melhor Arranjo no Prêmio SESC.

MAIS NOTÍCIAS SOBRE COMPOSIÇÕES E PARTITURAS DO CONCURSO NOVAS 3

Gabriel Selvage fala da música Pro Lúcio, selecionada para o CD Novas 3

Juliano Camara conta a história da música Largo das Forras, do disco Novas 3

Lucas Telles explica a criação de "Lindeza", que integra o CD Novas 3

Carlos Chaves descreve como criou música selecionada do Concurso Novas 3

Daniel Murray revela como compôs "Canção e Dança", vencedora do Concurso Novas

Tabajara Belo destaca como escreveu a música que ganhou 2º lugar no Concurso Novas

João Camarero fala de parceria com Cristóvão Bastos para o Concurso Novas

Rafael Milhomem mostra a estrutura da peça Ritoalma, do CD Novas 3