Sobre o Portal

O Acervo Digital do Violão Brasileiro se destina a violonistas, pesquisadores, historiadores e pessoas que gostam de música para violão e querem estudar ou trabalhar com o tema. Criado em 2014, com o objetivo, ousado, reconhecemos, de reunir em uma plataforma digital o mais completo conjunto de documentos e informações sobre o violão brasileiro, o portal cataloga, resgata, analisa, lança novidades editoriais e fonográficas e divulga a obra de compositores e intérpretes. 

A alta qualidade musical, marcada pela diversidade de estilos e a mescla entre empatia popular e estrutura de forte erudição faz do violão brasileiro um dos mais importantes do mundo. Inúmeros dos nossos compositores e intérpretes constam das listas dos melhores em todos os tempos e têm suas obras no repertório de solistas internacionais. 

No entanto, a história do violão tem muito a ser desvendada e divulgada. É muito relevante o número de instrumentistas e compositores desconhecidos ou sem registro biográfico acessível ao público. Outros violonistas são conhecidos apenas em seus estados ou regiões. Além disso, um grande número de músicas não tem partituras e valiosos documentos podem desaparecer, caso não sejam publicados.

Fazendo um breve balanço dos cinco anos de existência deste acervo, temos hoje à disposição do público: a Rádio Turunas com mais de 3.700 músicas disponíveis em 3 modos de audição; a discoteca com 365 discos (CD e Vinil), com descrição de ficha técnica; alguns dos quais podem ser escutados no todo ou em parte; a videoteca com 280 vídeos (40 exclusivos e os demais selecionados do Youtube); a biblioteca com mais de 150 itens (revistas raras digitalizadas, artigos, dissertações e teses); 43 partituras editadas para o Portal e um álbum do compositor Garoto, disponível apenas neste canal; um dicionário com 54 verbetes originais, escritos por nossos pesquisadores e convidados; e um Blog com mais de 150 matérias, entrevistas e artigos de opinião sobre temas diversos. 

O desenvolvimento do Portal tem sido possível graças ao apoio de inúmeras pessoas. Além do trabalho que vimos realizando com a finalidade de registrar e preservar essa memória, discutir os mais diversos temas relacionados ao violão no Brasil, atualmente estamos abrigando dois novos projetos: o Concurso Novas, criado pela compositora e instrumentista Elodie Bouny, em 2012, e o Festival de Violão de Teresina, iniciativa de Josué Costa e Ravi Cordeiro, que está em sua terceira edição.  

Nós, que fazemos cotidianamente este trabalho, estamos felizes com os resultados alcançados e temos um compromisso: buscar mecanismos para que o Acervo do Violão Brasileiro siga um movimento crescente, pela importância que ele tem para a cultura e a música brasileira. Nesse sentido convidamos todas as pessoas que curtem este Acervo a nos ajudar nesse grande desafio. 

Aos nossos apoiadores

A vocês, que generosamente possibilitaram o lançamento da nova plataforma do Acervo Digital do Violão Brasileiro e que estão apoiando a sua manutenção, nosso caloroso agradecimento: Alice Mendes, Amaro Leocádio Vieira Neto, Ana Bosch, André Soares, Ângela Freitas; Auristela Maciel Lins, Bruno César, Bruno Soares, Camila MontarroyosCarlos Gomide, Cirs Braun, Daíla Nina Freire, Darlan de Araújo Leocádio, Denner Mattar, Fábio Victor, Francisco Setúval, Geraldo Couto, Guilherme Almeida, Lourdes Lima,  Luca Leocádio, Luciano Normande, Luiz Alberto Tibana, Maria de Fátima Militão, Mauro di Deus, Murilo Ribeiro, Paulo Marcondes, Pedro Gabriel, Penha Nery, Regine Bandler, Ricardo Lins, Ronaldo Bispo, Rodrigo Kulpa,  Ronan Figueiredo, Stan Costa, Vinicius Hipólito.