Voltar

Diogo Carvalho

Nascimento: 19/03/1984

Natural de: São Paulo (SP)

.

Discografia

por Gilson Antunes

Diogo Salmeron Carvalho é um dos principais nomes jovens do violão brasileiro, tendo apresentado desde cedo, além de talento, atitude e disposição raras entre os violonistas de sua geração. Nascido em São Paulo, filho de Carlos Eduardo Ferreira de Carvalho e Maria Aparecida Andrade Salmeron, iniciou-se no violão aos 8 anos, tendo experiência anterior no piano, que começou a estudar três anos antes no Conservatório Francisco Braga. Diogo deu igual importância a ambos os instrumentos, o que iria influenciar sua carreira futura, especialmente no aspecto das transcrições.

Aos 13 anos, resolveu dedicar ao violão o papel principal na vida, passando a transcrever para esse instrumento algumas obras do piano. Após um breve período na Escola Bend Up, no bairro Vila Prudente, entrou em uma das principais instituições particulares de ensino de música de São Paulo: o Conservatório Souza Lima. Aos 17 anos já iniciava as atividades docentes no bastante requisitado IM&T (Instituto de Música e Tecnologia), cargo que ocupa até os dias de hoje. Pouco depois, já estaria cursando o bacharelado em música na Universidade de São Paulo (USP), sob orientação de Edelton Gloeden.

Em 2005, quando ainda cursava o segundo ano de faculdade, Diogo lançou o primeiro CD, com o Trio Casa III (Diogo, Marcos Davi e Wanderson Bersani), indicado ao Prêmio Açorianos daquele ano. O disco foi resultado do encontro em 2004 dos músicos integrantes durante um festival de violão no Instituto de Violão e Tecnologia.

Antes ainda de se formar, lançou em 2006 o livro Violão Solo MPB, com arranjos facilitados para iniciantes de músicas como Asa Branca, A Viagem e Trem Azul. Além das partituras, o livro também traz tablaturas das músicas.

Diogo formou-se na USP em 2007 com um trabalho de conclusão de curso a respeito dos Prelúdios de Tárrega para violão, que seria o cerne de seu trabalho posterior de mestrado.

Em 2009, lançou pelo selo Azul Music o primeiro CD solo, Impressionism Acoustic Guitar Solo, totalmente dedicado às suas transcrições para violão de obras de Debussy, Ravel e Satie. Foi um trabalho específico de três anos de pesquisas, aproveitando sua experiência como pianista. Recebeu elogios da imprensa em geral, especialmente da revista inglesa Classical Guitar e da brasileira Violão Pro. Diogo também lançou as requisitadas partituras das transcrições em seu website pessoal, visando divulgar esse repertório para o maior número de pessoas.

Ainda em 2009 Diogo foi premiado no concurso Botucanto Instrumental, em duo com o violinistaLeonardo Padovani, com o qual apresenta um repertório inusitado, especialmente autoral para a formação. A música premiada chama-se Janela do Sol, que foi composta também pelo duo. Eles ainda participaram do disco Playing Marcus Vinícius, com obras escritas por esse compositor e violonista mineiro radicado na Itália. A música apresentada no CD foi Les Fleurs de Mon Jardin.

Ainda no campo da transcrição, Diogo adaptou músicas de autores como Beethoven, Faure e Prokofiev para duo de violão e violino. E como arranjador, trabalha desde autores como Charlie Parker até obras como Suite Jobiniana, uma espécie de pout-pourri com obras do autor de Garota de Ipanema, que fez para o grupo Seis com Casca.

Em 2011, participou com destaque de dois dos principais eventos de violão do Brasil, o Seminário Internacional de Violão Vital Medeiros e o Movimento Violão, fazendo o lançamento de seu CD solo para um grande número de violonistas de todo o Brasil. Em outubro do mesmo ano apresentou no Memorial da América Latina seu Concerto para Violão e Orquestra.

Em 2012 apresentou-se com Leonardo Padovani (com o duo agora renomeado Calavento) na Alemanha e em cidades brasileiras, e no final do ano defendeu dissertação de mestrado na USP, aproveitando o tema de suas transcrições para violão no período impressionista. O trabalho, denominado Transcrições para Violão: soluções técnico-musicais para interpretação de obras selecionadas de Claude Debussy e Maurice Ravel, é uma importante adição para a bibliografia violonística brasileira.

Em 2013 fez uma turnê pela Rússia com o Quarteto LADAaLADO, formado por ele e por Bruno Monteiro (piano), Leonardo Padovani (violino) e J. Silva (Trompete).

Diogo Carvalho merece destaque por toda sua imensa produção e pelo profissionalismo demonstrado desde o início de seus estudos, servindo de exemplo para os jovens estudantes que buscam um horizonte profissional na música.

 

Links

diogocarvalho.com.br

diogocarvalhoguitar.blogspot.com.br

Canal YouTube

 

Discografia

Casa III (2005), com o Trio Casa III

Impressionism: Acoustic Guitar Solo (Azul Music, 2009)

Playing Marcos Vinícius (Sonitus Edizioni, com o duo Leonardo Padovani e Diogo Carvalho)

Duo Calavento - com Leonardo Padovani e Diogo Carvalho (2014)

 

Livros

Violão Solo MPB (2006)

Impressionism: Acoustic Guitar Solo (independente, 2009), com obras do CD homônimo