Voltar

Pesquisador revela história do violão em Goiânia a partir de três solistas

Postado em Biblioteca em 19/02/2019

Pesquisador revela história do violão em Goiânia a partir de três solistas - Estércio Cunha

(Estércio Cunha)

Por Giulia Costa

O Acervo Digital do Violão Brasileiro publica nesta segunda-feira (18/02) a dissertação de mestrado “Três momentos do violão solista em Goiânia”, escrita por Vinicius Mauricio Queiroz Hipólito da Silva para a Escola de Música e Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás. O objetivo do trabalho é analisar a tradição do violão solista na cidade de Goiânia por meio do estudo da trajetória dessa prática desde o final do século XIX até o momento. 

A realização da pesquisa se deu a partir da divisão do período definido e averiguado na dissertação em três etapas, cada uma representada por um compositor: Odilon Kneipp Fleury Curado para aos anos 1898 a 1980; Sebastião Martins de Oliveira para os anos 1911 a 1977; e Estércio Marquez Cunha para 1941 em diante.

Baixe o trabalho na íntegra na biblioteca do site.