Voltar

Conrado Paulino e Marco Pereira fazem show de encerramento em Itajaí

Postado em Shows em 25/10/2014

O show de encerramento do VII Seminário de Violão de Itajaí, em Santa Catarina, neste sábado (25), às 20h30, no Teatro Municipal, terá como principais atrações Conrado Paulino e Marco Pereira. O programa será divido entre apresentações solo de cada artista e a parte em que tocam juntos. Este duo por sinal resgata no festival uma experiência realizada uma única vez em São Paulo em 2012.

O espetáculo Violão Brasileiro Contemporâneo une as melhores características dos dois instrumentistas em repertório que vai de composições próprias até os clássicos da música popular brasileira, selecionados especialmente para esta formação.

Conrado Paulino apresenta uma excelente e cativante combinação de  repertório brasileiro, linguagem jazzística e recursos do violão clássico. Formado de standards da MPB, o repertório solo dele é formado por temas de Edu Lobo, como Canto Triste (parceira de Vinícius), Choro Bandido e Circo Místico (compostas com Chico Buarque).

Mas também há três músicas de Tom Jobim e Vinícius: Vivo Sonhando, A Felicidade e Sem você, além dos clássicos Manhã de Carnaval (Luiz Bonfá-A.Maria) e Samba da Minha Terra (Dorival Caymmi). Destacado pela sua moderna linguagem harmônica e a sua facilidade e fluência para improvisar, Conrado é professor de trajetória reconhecida, entre seus ex-alunos se encontram nomes de destaque do cenário nacional.

Já Marco Pereira fará sua parte solo unicamente com músicas de sua autoria, como Irene, Estrela da Manhã, Num Pagode em Planaltina e Fantasia sobre um Tema Popular. Compositor insiprado, várias das peças de Marco Pereira para violão formam parte do repertório violonístico internacional. Autor de vários livros didáticos, Marco Pereira foi o criador do Curso de Violão e de Harmonia da UnB, lecionando atualmente na UniRio.

No final, Conrado e Marco formarão um duo violonístico para interpretar oito peças: Olha para o Céu (Tom Jobim), Quem Diz que Sabe (João Donato-Lysias Enio), Samambaia (Cesar Camargo Mariano), Loro (Egberto Gismonti), Iluminados (Ivan Lins-V.Martins), Fato Consumado (Djavan). Céu e Mar (Jonny Alf) e Feira de Mangaio (Sivuca)