Voltar

Coletivo Violão e Ponto tem série de lives no Instagram

Postado em Coronavírus em 06/04/2020

Coletivo Violão e Ponto tem série de lives no Instagram - Duofel crédito Gal Oppido

(Luiz Bueno e Fernando Melo, integrantes do Duofel. Crédito: Gal Oppido)

Por Giulia Costa

Neste período de quarentena em que crescem a cada dia belos projetos de lives de artistas, vale conferir também a série Violão e Ponto em Casa. Com programação até 25 de abril, os eventos são transmitidos gratuitamente no perfil do Instagram do coletivo Violão e Ponto (@violaoeponto), às terças e quintas-feiras, às 20h, e aos sábados, às 13h. Além disso, o coletivo tem publicado vários depoimentos de violonistas sobre o isolamento social em seus stories.

Esta já é a segunda semana de programação. Na terça (07/04) está reservada para Luiz Bueno (integrante do Duofel) conversar sobre música no fluxo. Na quinta (09/04), será a vez de Thiago Abdalla, que vai comentar a produção de conteúdo em tempos de isolamento. Já no dia 11 de abril, o convidado é Rafael Rafles, que irá falar sobre concerto de violão solo.

Coletivo Violão e Ponto tem série de lives no Instagram - Daniel Mendes

(Daniel Mendes. Crédito: Sofia Cortese)

Os violonistas que vão atuar na terceira semana do projeto. São seguintes: No dia 14 Daniel Mendes vai falar sobre o idiomático e o não idiomático na música atual para violão. No dia 16, os seguidores terão a oportunidade de ouvir Gabriele Leite relatando sua experiência com a bolsa do Cultura Artística, enquanto no dia 18 será a vez de assistir a Luciano Morais mostrar seus conhecimentos sobre técnica e escuta.

Por fim, na quarta e última semana vai ser assim. No dia 21 o convidado será Fernando Melo (também integrante do Duofel), que falará sobre seu novo trabalho solo Alagoas em Teologia. Já o dia 23 será dedicado a Enrique Viera, músico uruguaio, que vai motrar um pouco do ritmo candombe. E no dia (25/04) terá um bate-papo sobre world music com o músico indiano Pandit Ranajit Sengupta.

Atrações anteriores

Os encontros online vem ocorrendo desde 31 de março e já tiveram convidados como André Fernandes - que falou sobre composição e canto para o processo instrumental - e Swami Jr., que analisou o violão brasileiro no contexto contemporâneo. E no sábado passado, os seguidores do Violão e Ponto acompanharam Raphaell Mota falando sobre música autoral.

Além dos eventos ao vivo, os seguidores do Violão e Ponto também poden conferir a campanha #VPEmCasa em que vários violonistas são convidados a contar sobre como estão lidando com o confinamento causado pela crise do coronavírus. O vídeos dos depoimentos podem ter até no máximo 30 segundos e os assuntos abordados incluem dicas sobre como estudar violão, desabafos, divulgação de trabalhos e projetos, experiências pessoais e mensagens positivas. As declarações estão sendo compartilhadas nos stories e, após 24 horas, também ficarão disponíveis nos destaques do perfil.

Cerca de 30 violonistas de vários lugares já participaram da campanha, como a norueguesa Christina Sandsengen, o romeno Dragos Ilie, o argentino Eduardo Castañera, Duo Siqueira Lima, Thais Nascimento, Amanda Carpenedo, Gabriel Selvage, Vinícius Motta, Rafael Altro, entre outros. “Começamos a campanha no dia 28 de março e foi super rápido porque a galera curte fazer vídeo, principalmente o pessoal mais jovem que está acostumado com essa linguagem. A galera acaba compartilhando. É legal ver depoimentos e saber que você não é o único que está com aquela dificuldade”, comenta Fernando Alves, um dos fundadores e organizadores do Violão e Ponto.

As atividades engloban várias figuras importantes no cenário violonístico do Brasil e do mundo. O intuito é dar espaço para que músicos possam realizar um bate-papo para interessados no violão instrumental e em outras temáticas musicais. “A série reforça a missão do Violão e Ponto de promover o instrumento em seu mais amplo aspecto de linguagens e estilos musicais e prestigiar violonistas.”, afirma Fernando.

Segundo a violonista Heloísa Carbonera, uma das organizadoras do Violão e Ponto em Casa, as lives serão uma oportunidade imperdível de se conectar com o que acontece no mundo artístico atualmente. “É possível participar em tempo real, fazendo perguntas no chat da live”, comenta.

O Violão e Ponto surgiu em 2012 graças a um grupo de violonistas que se encontrava uma vez por mês para tocar e conversar sobre violão instrumental. Eventualmente, o coletivo foi ganhando prestígio no cenário violonístico, tornando-se uma referência devido a qualidade de seus eventos e projetos. O projeto é administrado por quinze violonistas e realiza cerca de dez edições todos os anos em São Paulo e Porto Alegre com músicos convidados, além de cursos e workshops. O Violão e Ponto também tem um site dedicado ao violão.

 

Violão e Ponto em Casa – Programação

Luiz Bueno (Duofel)

Tema: A Música no Fluxo

Moderador Ivan Sakavicius

Terça 07-abril 20h

Thiago Abdalla (Quaternaglia)

Tema: Produzindo Conteúdos em Tempos de Isolamento

Moderadora Luca Alcaraz

Quinta 09-abril 20h

Rafael Rafles

Tema: Concerto Violão Solo

Moderador Isabel Luiza Sábado

11-abril 13h

Daniel Mendes

Tema: Entre o idiomático e o não idiomático na música atual para violão.

Moderador Ivan Sakavicius

Terça 14-abril 20h

Gabriele Leite

Tema: Experiência da Bolsa do Cultura Artística

Moderadora Heloisa Carbonera

Quinta 16-abril 20h

Luciano Morais

Tema: Técnica e Escuta

Moderador Davi Avansini

Sábado 18-abril 13h

Fernando Melo (Duofel)

Tema: Alagoas em Teologia, seu Novo Trabalho Solo

Moderador Ivan Sakavicius

Terça 21-abril 20h

Enrique Viera (Uruguai)

Tema: O Ritmo Candombe

Moderadora Giovana Ferreira

Quinta 23-abril 20h

Pandit Ranajit Sengupta (Índia)

Tema: World Music

Moderador Ivan Sakavicius

Sábado 25-abril 13h