Voltar

Acervo mostra o violão no frevo neste carnaval

Postado em Lançamentos em 20/02/2020

 Acervo mostra o violão no frevo neste carnaval - foto frevo

Por Giulia Costa

Neste mês de carnaval, o Acervo apresenta o violão em ritmo de frevo com vários conteúdos exclusivos. Estão sendo lançados o vídeoclipe com o Duo Rubem França & Renan Melo tocando Frevaço, a partitura de Galo da Madrugada, de Ian Faquini e a playlist O violão no passo do frevo. Mas há também um documento não exclusivo do portal e que merece destaque nesse período momesco: a  dissertação O violão no frevo: uma linguagem em construção, realizada por Daniel Marques.

O vídeo dá continuidade à série sobre violão pernambucano com o primeiro frevo composto por Rubem França, que teve o arranjo assinado pelo parceiro Renan Melo. Na segunda parte, a peça muda para maracatu e, em seguida, retoma o andamento original. Realizada pelo Acervo Violão Brasileiro e gravado no Estúdio Muzak, o clipe é dirigido e filmado por Rodrigo Barros e editado por Woody Willen. 

No caso da partitura Galo da Madrugada -- que teve uma matéria publicada no Blog do Acervo recentemente -- Ian Faquini fala de sua motivação para compor o frevo: a morte do violonista recifense Esdras Mariano, o Lalão (1957-2013) e a do Nestor, avô de uma ex-namorada sua, um rancheiro mexicano que criava cavalos. Ambos morreram em 16 de fevereiro de 2013, um sábado de carnaval. Esse frevo é uma das peças selecionadas do Concurso Novas 3, dirigido por Elodie Bouny.

 Acervo mostra o violão no frevo neste carnaval - partitura Galo da Madrugada

Já a playlist O Violão no Passo do Frevo, disponível na Discografia do site e ilustrada por uma pintura de Bajado, foi criada por Alessandro Soares, diretor do Acervo, que reuniu 26 gravações do gênero em arranjos para violão. Entre elas há músicas de mestres pernambucanos (Capiba, Nunes, Nelson Ferreira e Levino Ferreira) e do Trio Elétrico (Osmar Macedo). A lista inclui também compositores sinfônicos (Radamés Gnattali, Cláudio Santoro e Marlos Nobre) e nomes da MPB (Gilberto Gil, Guinga, Egberto Gismonti e Edu Lobo). 

 Acervo mostra o violão no frevo neste carnaval - pintura Bajado

(recorte pintura de Bajado)

Esses compositores são interpretados por Raphael Rabello, Turíbio Santos, Marcus Tardelli, Aliéksey Vianna, Brazilian Guitar Quartet, Brasil Guitar Duo, Badi Assad, Quaternaglia, Vitor Garbelotto, Henrique Annes, Maria Haro e Marcus Llerena. E, claro, a playlist é repleta de violonistas tocando suas criações (Paulo Bellinati, Marco Pereira, Yamandu Costa, Nicanor Teixeira, Heraldo do Monte, Rogério Caetano, Alessandro Penezzi e Guanduo).

Por fim, a dissertação O Violão no frevo: uma linguagem em construção aborda três peças solo de violão compostas por Radamés Gnattali, Guinga e Armando Lobo, além de transcrições para violão de acompanhamento da Orquestra Frevo Diabo. Para ilustrá-la, foi escolhida uma pintura de Heitor dos Prazeres (1898-1966), cantor, compositor e pintor brasileiro.

 Acervo mostra o violão no frevo neste carnaval - pintura Heitor dos Prazeres

(Pintura de Heitor dos Prazeres)