Voltar

Arranjos do disco Afro-Sambas de P. Bellinati e M. Salmaso - Samuel Silva

2014

TÍTULO: O violão acompanhador: os arranjos do disco Afro-Sambas de Paulo Bellinati e Mônica Salmaso
AUTOR: Samuel da Silva
ORIENTADOR:  Márcia Taborda
Escola de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Rio de Janeiro, 2014

RESUMO: A pesquisa aborda a trajetória histórica e musical do violão acompanhador no âmbito da música popular brasileira com vista a elaborar um estudo de caso do disco Afro-sambas do violonista Paulo Bellinati em parceria com a cantora Mônica Salmaso. Foram ressaltados o trânsito e a presença ativa do violão por diversas classes sociais assim como os executantes que se dedicaram ao instrumento desde os primeiros registros fonográficos; a pesquisa em fontes discográficas permitiu-nos retratar características do acompanhamento realizado por intérpretes representativos do cancioneiro popular ao longo do século XX. Para a análise dos arranjos das canções Labareda, Consolação e Canto de Xangô (todas de Baden Powell e Vinícius de Moraes), foi adotada a metodologia proposta pelo musicólogo Phillip Tagg (1982 e 1999). O perfil dos arranjos relevou que o disco pode ser considerado fruto de uma mediação cultural entre as duas tradições principais do instrumento, a do violão solista e de acompanhador.