Voltar
12 Improvisos para violão de Theodoro Nogueira, por Laís Fujiyama

12 Improvisos para violão de Theodoro Nogueira, por Laís Fujiyama

2018

Resumo: Esta pesquisa discute os aspectos da composição e o idiomatismo técnico-violonístico do ciclo dos 12 Improvisos para violão solo de Theodoro Nogueira. O trabalho é dividido em três partes: 1) uma breve biografia do compositor; a análise dos improvisos confrontada com a influência estética nacionalista/guarnieriana e com as críticas de outros violonistas e pesquisadores da obra de Nogueira; 3) as evidências dos recursos idiomáticos composicionais na escrita do ciclo dos 12 Improvisos. Alguns dos resultados mostraram que, além de pertencer à estética nacionalista brasileira, Theodoro Nogueira tem peculiaridades em sua composição que o colocam numa posição de visibilidade e de interesse acadêmico com relação à sua obra para violão. Além disso, o nível técnico exigido para a performance de suas peças é rigoroso. 

Título: 12 improvisos para violão de Theodoro Nogueira: Aspectos composicionais e idiomatismo técnico violonístico
Autor: Laís Domingues Fujiyama
Orientador: Prof. Dr. Eduardo Meirinhos
Escola de Música de Artes Cênicas da Universidade Federal de Goiás, 2018