Linha do tempo

Aqui você encontra um panorama da história do violão no país, desde o tempo da colonização, passando pelo período do império, a Belle Epoque, os estilos da Era do Rádio, o Brasil moderno da bossa nova, o surgimento da MPB, o revigoramento do choro na década de 1970, a chegada do violão nas universidades brasileiras a partir dos anos 80, até o momento atual. O levantamento inédito é fruto da consulta dos mais antigos jornais e revistas e de entrevistas com familiares dos artistas.

1975

Morre Attílio Bernardini (nascido em 1888), um dos principais professores do violão brasileiro, foi mestre de Aníbal Augusto Sardinha, Oscar Magalhães Guerra, Alfredo Scupinari, Milton Nunes e Aimoré.

É realizado em Porto Alegre o primeiro grande concurso internacional de violão do Brasil, durante o Seminário Palestrina.