Linha do tempo

Aqui você encontra um panorama da história do violão no país, desde o tempo da colonização, passando pelo período do império, a Belle Epoque, os estilos da Era do Rádio, o Brasil moderno da bossa nova, o surgimento da MPB, o revigoramento do choro na década de 1970, a chegada do violão nas universidades brasileiras a partir dos anos 80, até o momento atual. O levantamento inédito é fruto da consulta dos mais antigos jornais e revistas e de entrevistas com familiares dos artistas.

1969

César Guerra-Peixe compõe sua célebre Sonata para Violão.

JULHO
É realizado o Primeiro Seminário Internacional de Violão de Porto Alegre. Com várias edições, esse evento marcou história no violão brasileiro e ganhou repercussão e prestígio internacionais.

OUTUBRO
Dia 21 - Lançamento do LP Villa Lobos: Peças para Violão, do violonista Norberto Macedo.

Apresentações de violonistas na Sala Cecília Meirelas (Rio de Janeiro)
12 de maio - Sérgio e Eduardo Abreu.
2 de julho - Marcos Alan.
25 de julho - Hugo de Carvalho Coelho.
18 de agosto - Turíbio Santos.
4 de setembro - Sérgio e Eduardo Abreu.
23 de setembro – Turíbio Santos.
2 de outubro – Sebastião Tapajós.
5 de novembro – Jodacil Damaceno.
25 de novembro – Carlos Barbosa Lima.
27 de novembro – Oscar Caceres.

Outras apresentações
13 de setembro - Concerto dos violonistas Sergio e Odair Assad, na casa da Cultura de Mendes (Rio de Janeiro).
22 de setembro - Concerto dos violonistas Sérgio e Eduardo Abreu, no Auditorio Itália, São Paulo.
23 de setembro - Concerto do violonista Carlos Barbosa Lima na Sala Villa Lobos, São Paulo.
29 de setembro - Recital do violonista Fernando Lebeis, no Teatro Gláucio Gil, no Rio.