Linha do tempo

Aqui você encontra um panorama da história do violão no país, desde o tempo da colonização, passando pelo período do império, a Belle Epoque, os estilos da Era do Rádio, o Brasil moderno da bossa nova, o surgimento da MPB, o revigoramento do choro na década de 1970, a chegada do violão nas universidades brasileiras a partir dos anos 80, até o momento atual. O levantamento inédito é fruto da consulta dos mais antigos jornais e revistas e de entrevistas com familiares dos artistas.

1958

JULHO
É lançado o compacto Chega de Saudade/Bom Bom, do violonista e cantor João Gilberto, considerado o grande marco do surgimento da bossa nova.

AGOSTO
Dia 9 - Morre o violonista Abel Fleury.

Atrações cariocas
27 de março – Aos 12 anos, o violonista Antônio Carlos Barbosa Lima se apresenta na Associação Brasileira de Imprensa.
26 de maio – Recital do violonista Benedito Chaves, na TV Tupi, que passa a transmitir até o final do ano, sempre às segundas feiras, um recital de violão.
29 de maio - Concerto do violonista Othon Salleiro, na Escola Nacional de Música.
10 de julho – Recital do violonista Jodacil Damaceno, no programa Ondas Musicais, transmitido pela Rádio Jornal do Brasil.
18 de julho – Concerto do violonista baiano Nicanor Teixeira, na Associação Brasileira de Imprensa.
24 de julho - Recital da violonista Maria Teresa Luizi, na Rádio Ministério da Educação.
31 de julho - Concerto do violonista uruguaio Oscar Caceres, na Escola Nacional de Música.