Linha do tempo

Aqui você encontra um panorama da história do violão no país, desde o tempo da colonização, passando pelo período do império, a Belle Epoque, os estilos da Era do Rádio, o Brasil moderno da bossa nova, o surgimento da MPB, o revigoramento do choro na década de 1970, a chegada do violão nas universidades brasileiras a partir dos anos 80, até o momento atual. O levantamento inédito é fruto da consulta dos mais antigos jornais e revistas e de entrevistas com familiares dos artistas.

1929

FEVEREIRO
Dia10 – Lançamento do livro Escola de Arpejos, de Melchior Cortez, pela Editora Guitarra de Prata, no Rio.
OUTUBRO
Dia 8 – Nasce em Campinhas (São Paulo) Paulinho Nogueira.

NOVEMBRO
Dia 3 – Nasce em Campos (Rio de Janeiro) Jodacil Damaceno.
Dia 22 – Nasce em Paranaguá (Paraná) o maestro e violonista Waltel Branco.

DEZEMBRO
Villa-Lobos conclui a composição do ciclo dos 12 Estudos para Violão, considerado uma das principais obras da história do instrumento em todo o mundo.

Recitais realizados por Regino de La Maza
6 de junho – Estreia do violonista espanhol Regino Sainz de La Maza, no Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O artista ainda realizou mais dois recitais no mesmo local, nos dias 9 e 12.
21 de junho – Apresentação no Instituto Nacional de Música, no Rio.
15 e 22 de junho – Primeiros recitais em São Paulo, no Theatro Municipal.
10 de julho e 4 de setembro – Novas apresentações no Rio, no Instituto Nacional de Música, no Rio.
30 de outubro – O artista espanhol faz exibição no salão do Democrata Club em Vitória (Espírito Santo).
Apresentações musicais
29 de agosto – Concerto do violonista José Augusto de Freitas no Instituto Nacional de Música, no Rio.
21 de setembro – Recital de Rogério Guimarães e Gesy Barbosa no Theatro Lyrico, no Rio.
28 de novembro – Apresentação de Agustin Barrios no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.
10 de dezembro – Agustin Barrios se apresenta no Instituto Nacional de Música, no Rio.

DISCOS LANÇADOS EM 1929 (os mais representativos)
1) Vamos deixar de Intimidade – Choro de Rogério Guimarães - Victor-33.216 a. Solo de violão pelo autor.
2) Deliciosa - Mazurca de Rogério Guimarães - Victor-33.216 b. Solo de violão pelo autor.
3) Tarantella – Estudo de Rogério Guimarães - Victor-33.220 a. Solo de violão pelo autor.
4) Sons de Carrilhão - Maxixe de João Pernambuco - Columbia- 5.036 b. Solo de violão por Benedito Chaves (Guru).
5) Uma Lágrima – Estudo de Sagreras - Columbia- 5.037 b. Solo de violão por Benedito Chaves (Guru).
6) Divagações – Valsa de Mozart Bicalho - Odeon-10.481 a. Solo de violão pelo autor, com acompanhamento de Glauco Vianna (violão)
7) Currupacos, Papacos – Choro de Mozart Bicalho - Odeon-10.481 b. Solo de violão pelo autor, com acompanhamento de Glauco Vianna (violão)