Linha do tempo

Aqui você encontra um panorama da história do violão no país, desde o tempo da colonização, passando pelo período do império, a Belle Epoque, os estilos da Era do Rádio, o Brasil moderno da bossa nova, o surgimento da MPB, o revigoramento do choro na década de 1970, a chegada do violão nas universidades brasileiras a partir dos anos 80, até o momento atual. O levantamento inédito é fruto da consulta dos mais antigos jornais e revistas e de entrevistas com familiares dos artistas.

1923

JANEIRO
Dia 10 – Morre no Rio de Janeiro o cantor e violonista Mário Pinheiro. Além de ter realizado a primeira gravação de violão solo no Brasil (com a romanza Petita), foi um dos principais cantores do início da era da gravação no Brasil.

JULHO
Dia 6 - Morre Djalma Andrade, mais conhecido como Bola Sete.

Apresentações de Josefina Robledo
23 de janeiro - Audição especial para a imprensa paulistana.
24 de janeiro - Conservatório Dramático e Musical de São Paulo.
30 de julho – Santos (São Paulo).

Apresentações de Américo Jacomino (Canhoto)
15 de fevereiro – Viradouro (São Paulo).
10 de junho – Teatro Carlos Gomes, em Ribeirão Preto.

Apresentação de Levino Albano da Conceição
17 de outubro – Instituto Nacional de Música, no Rio.