Linha do tempo

Aqui você encontra um panorama da história do violão no país, desde o tempo da colonização, passando pelo período do império, a Belle Epoque, os estilos da Era do Rádio, o Brasil moderno da bossa nova, o surgimento da MPB, o revigoramento do choro na década de 1970, a chegada do violão nas universidades brasileiras a partir dos anos 80, até o momento atual. O levantamento inédito é fruto da consulta dos mais antigos jornais e revistas e de entrevistas com familiares dos artistas.

1909

FEVEREIRO
Dia 20: nasce José Augusto de Freitas, em Rio Pomba (Minas Gerais).

MAIO
Dia 23: o professor Monteiro Diniz promove concerto beneficente no Jardim Zoológico do Rio de Janeiro. No programa, Villa Lobos apresentou em solo de violão a Valsa 2ª, de autoria dele, e o Noturno, de Carlos Garcia Tolsa. Em duo de violões com John Mac Niven, executou também a Tarantella Napolitana, de Louis Emma.

OUTUBRO
Dia 1º: nasce em Paudalho (Pernambuco), o violonista Jaime Thomas Florence, mais conhecido como Meira. Além de tocar no Regional do Canhoto, foi professor de nomes consagrados do violão brasileiro como Baden Powell e Rafael Rabello.

Dia 17: Ernani Figueiredo realiza concerto no salão da Associação dos Empregados do Commercio, no Rio. Além de valsas de Chopin e de trechos de óperas líricas, executou  Fotofonia do GuaranyEnchanteresseHabanera, todas de autoria dele, e La Ideal, de Sagreras.