Linha do tempo

Aqui você encontra um panorama da história do violão no país, desde o tempo da colonização, passando pelo período do império, a Belle Epoque, os estilos da Era do Rádio, o Brasil moderno da bossa nova, o surgimento da MPB, o revigoramento do choro na década de 1970, a chegada do violão nas universidades brasileiras a partir dos anos 80, até o momento atual. O levantamento inédito é fruto da consulta dos mais antigos jornais e revistas e de entrevistas com familiares dos artistas.

1904

FEVEREIRO
Dia 11: nasce em Jundiaí (São Paulo), José do Patrocínio Oliveira, que inicialmente se tornou conhecido como Zezinho, e, mais tarde, como Zé Carioca. Multi-instrumentista excepcional, acompanhou João Pernambuco em expressivas gravações e foi o grande ídolo de Garoto.

Desembarca no Rio de Janeiro, a bordo do navio Pará, João Pernambuco.

OUTUBRO
Dia 31: a Orquestra de Bandolins de João dos Santos Couceiro faz último concerto no Cassino Fluminense. O naipe de violões era formado por  Alfredo José de Souza Imenes, Joaquim Francisco dos Santos (Quincas Laranjeiras), Ernani Esmeraldo de Figueiredo e Nicolao Rosa Cavallier.