Linha do tempo

Aqui você encontra um panorama da história do violão no país, desde o tempo da colonização, passando pelo período do império, a Belle Epoque, os estilos da Era do Rádio, o Brasil moderno da bossa nova, o surgimento da MPB, o revigoramento do choro na década de 1970, a chegada do violão nas universidades brasileiras a partir dos anos 80, até o momento atual. O levantamento inédito é fruto da consulta dos mais antigos jornais e revistas e de entrevistas com familiares dos artistas.

1899

FEVEREIRO
Dia 12: nasce em São Paulo Américo Jacomino,  que adotou o nome artístico como Canhoto e se tornou um dos mais importantes nomes no cenário do violão brasileiro de todas as épocas.

SETEMBRO
Dia 25: a Orquestra de Bandolins de Santos Couceiro realiza concerto no Cassino Fluminense. O naipe de violões era formado por Elisa Signeuret, Maria Ribeiro Alves Casaes,  Alfredo José de Souza Imenes, Carlos Graça, Joaquim Francisco dos Santos, José Antonio da Silva, Agnelo Mario Carneiro, Nicolao Rosa Cavallier, Arlindo Lopes de Castro, Felix Leite, Constantino Silverio, Antonio José Pereira de Araujo e Januário Sampaio.