Linha do tempo

Aqui você encontra um panorama da história do violão no país, desde o tempo da colonização, passando pelo período do império, a Belle Epoque, os estilos da Era do Rádio, o Brasil moderno da bossa nova, o surgimento da MPB, o revigoramento do choro na década de 1970, a chegada do violão nas universidades brasileiras a partir dos anos 80, até o momento atual. O levantamento inédito é fruto da consulta dos mais antigos jornais e revistas e de entrevistas com familiares dos artistas.

1857
AGOSTO
Dia 15: São impressas e lançadas por Filippone e Tornaghi cerca de 20 peças para violão solo (“violão só”, como era costume chamar na época), com arranjos do professor espanhol Dom Fernando Martinez Hidalgo.
 
SETEMBRO
Dia 5: Os senhores Filippone e Tornaghi lançam o jornal de música O Guitarrista Moderno, que publicava peças para violão solo arranjadas por Dom Fernando Martinez Hidalgo.