Voltar

Seminário de Violão de Itajaí começa nesta quinta (23)

Postado em Festivais em 20/10/2014

Os violonistas Ricardo Pauletti, Paulo Martelli, Marco Pereira, Conrado Paulino, Marcos Pablo Dalmacio e Tiago Narcisso são os destaques do VII Seminário de Violão de Itajaí, que começa nesta quirta-feira (23) e vai até sábado (25) na cidade de Itajaí, em Santa Catarina. Patrocinado pela Prefeitura de Itajaí e Fundação Cultural, o evento tem programação intensa. As oficinas, workshops e master class gratuitas ocorrem pela manhã e à tarde na Casa da Cultura Dide Brandão. Já os concertos são realizados às 20h30 no Teatro Municipal, com ingressos a R$ 1,00.

O primeiro concerto do seminário, na quinta-feira (23), será com o violonista Tiago Narciso. Mas a atração principal desta noite é o Ricardo Pauletti Trio, formado pelo líder Ricardo Pauletti (Violão 7 cordas), Mário Júnior (bateria) e Rafael Petry (acordeon). O trio de Itajaí é considerado atualmente uma das referências da música instrumental no sul do Brasil Na ocasião, haverá o lançamento do CD autoral Choro de Faia, de Ricardo Pauletti, que pode ser ouvido integralmente aqui na discografia do Acervo Digital do Violão Brasileiro.

O CD “Choro de Faia” mostra a riqueza da linguagem do choro e suas vertentes. O repertório vai desde manifestações tradicionais, como polca e maxixe, até as mais modernas, com choros e sambas em compasso ímpar. A sonoridade do grupo ainda traz um toque de jazz pela liberdade de improvisação e harmonias modernas. Este será o último show de Pauletti no Brasil, antes de embarcar para a França, em dia 28 de outubro, onde vai fazer turnê de cinco apresentações em Paris, Bordeaux e Toulouse.

Na sexta-feira (24), Paulo Martelli apresenta o espetáculo Bach no Violão 11 Cordas. Premiado internacionalmente, Martelli vem revolucionando o cenário violonístico do país e fará um recital marcado pelo espírito lírico e efervescente aliado à virtuosidade e alto refinamento técnico, que o colocam em posição de destaque pela crítica especializada ao redor do mundo. Definido como um dos melhores violonistas de sua geraçāo pela americana Soundboard Magazine e Guitar Magazine,  Martelli é uma figura central nos arranjos de J. S. Bach, louvados pela crítica especializada.

Paulo Martelli é criador e produtor do Movimento Violão, uma série internacional de concertos que por mais de dez anos tem apresentado os maiores nomes do violāo da atualidade. O movimento também lança os mais brilhantes jovens talentos do instrumento no Brasil. Martelli tem mestrado na Juilliard School e Professional Studies na Manhattan School of Music.

O encerramento do seminário, no sábado (25), será realizado por Marco Pereira e Conrado Paulino, duo que reestreia em Itajaí a apresentação única realizada em São Paulo em 2012. O espetáculo Violão Brasileiro Contemporâneo une as melhores características dos dois instrumentistas em repertório que vai de composições próprias até os clássicos da música popular brasileira, selecionados especialmente para esta formação.

Compositor insiprado, várias das peças de Marco Pereira para violão formam parte do repertório violonístico internacional. Autor de vários livros didáticos, Marco Pereira foi o criador do Curso de Violão e de Harmonia da UnB, lecionando atualmente na UniRio. 

Conrado Paulino apresenta uma excelente e cativante combinação de repertório brasileiro, linguagem jazzística e recursos do violão clássico. Destacado pela sua moderna linguagem harmônica e a sua facilidade e fluência para improvisar, Conrado é professor de trajetória reconhecida, entre seus ex-alunos se encontram nomes de destaque do cenário nacional. 

 

As oficinas, workshps, master classes e um  recital de música renascentista vão ocorrer durante na Casa da Cultura Dide Brandão. A primeira oficina, que ocorre das 9h às 17h de quinta-feira (23), será com Silvana Mariani, que vai abordar o tema O Equilibrista das Seis Cordas: A iniciação musical através do violão, voltada para professores e que propõe ideias para otimizar o processo de ensino e aprendizado do violão.

A partir das propostas contidas no livro O Equilibrista das Seis Cordas, escrito pela própria Silvana, será feita uma discussão de como introduzir elementos da música como ritmo, melodia e harmonia, explorando também timbres e ruídos, introduzindo assim um conceito de paisagem sonora. Silvana analisará um repertório específico para alunos iniciantes, propondo expandi-lo para a criação de projetos temáticos que se aproximam e interagem com outras linguagens artísticas.

Já a sexta (24) é dedicada às oficinas de Conrado Paulino, das 9h às 12h, e Marco Pereira, das 14h às 17h. No dia seguinte, os dois violonistas fazem juntos um workshop, das 10h às 11h30.  À tarde, das 14h às 15h30, haverá a master class com Paulo Martelli. E às 16 horas será realizado o recital com Marcos Pablo Dalmacio Cordas Dedilhadas: da Renascença Europeia ao Brasil Contemporâneo

Argentino, Dalmacio mora no Brasil desde 2005. Desde cedo se interessou por diversos aspectos da músca, dedicando-se com igual energia ao violão, violino, viola, composição, pesquisa musicológica, regência e mais recentemente à interpretação de música antiga com instrumentos de época (vihuela, guitarra renascentista, guitarra barroca e guitarra clássico-romântica). 

Em 2013, obteve seu diploma de Mestre em Música pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) com a dissertação “A sonata para guitarra na Viena de Beethoven e Schubert”. Atualmente é diretor artístico e violinista da Orquestra de Cordas da Ilha, e atua frequentemente como violinista convidado da Camerata Florianópolis em seus repertórios sinfônicos. 

As inscrições para participar dos cursos podem ser feitas no http://violao-avi.blogspot.com.br/