Voltar

Ritmata de Edino Krieger: processos vanguardistas - Michel Barboza

2010

Título: Ritmata de Edino Krieger: uma reflexão sobre processos vanguardistas na literatura do violão brasileiro.

Autor: Michel Barboza Maciel.

Orientador: Prof Dr Flávio Barbeitas.

Universidade Federal de Minas Gerais, 2010.

Resumo: O trabalho tem como eixo principal a peça Ritmata de Edino Krieger. Ao lidarmos com a idéia de que foi uma obra inovadora no contexto do violão brasileiro, pareceu-nos necessário abordar quais tradições estavam sendo rompidas. Para tanto, investigamos a formação, o desenvolvimento e os principais elementos identitários presentes nesse repertório. Procuramos demonstrar que a Ritmata possui uma linguagem ligada aos conceitos de vanguarda, voltada para o ideal de universalidade, transpondo as barreiras do nacionalismo encontrado largamente na literatura do violão brasileiro de concerto. Para qualificar a peça como arte de vanguarda, distinguimos alguns valores e conceitos pertencentes a essa classificação, confrontando esses ideais com o texto musical da Ritmata. Para finalizar, fizemos algumas sugestões técnicas e, baseado na grafia usual do instrumento e na entrevista com o compositor, a correção de notas editadas incorretamente.